quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Corrida sem açucar

Reduzi os açucares. Comecei a correr. E o peso voltou a baixar.
Nada mais a assinalar sobre este tópico. Penso que estou no caminho certo; mas tenho consciência que os próximos meses serão de progressão mais lenta (2/3 kg por mês, na melhor das hipóteses).

Estou a gostar desta nova fase. Correr é fixe. Apresenta sem dúvida um novo desafio ao meu nível de forma; o desafio que precisava. Apesar de tudo estou melhor do que julgava. Experimentei e acabei por fixar como ponto de partida um treino de 15' aquecimento (marcha) + 25' de corrida contínua a um ritmo lento + 5' arrefecimento (marcha). Podia estar pior. Os três primeiros meses de marcha resultaram nalguma coisa.


Estou aliás tão impressionado com a possibilidade de condicionar o corpo humano de uma forma tão dramática num espaço de tempo, apesar de tudo, tão curto, que estou tentado a acreditar que, como o treino certo e sem contratempos, daqui a 4 meses estaria apto a correr uma meia-maratona (e dia 21 de Março temos a de Lx). Ainda que fosse só pela experiência, sem quaisquer pretensões, apenas com o objectivo de acabar. Veremos.

Para já, o meu plano para as próximas 5 semanas é o de continuar a aumentar gradualmente (5'/semana) o tempo dos treinos de corrida. Tenho alternado os dias de corrida com dias de recuperação, em que faço 1 hora de caminhada fácil ou, simplesmente, descanso. 1 dia por semana reservado para a bicicleta (que também é giro - no domingo foram 53k e um pneu furado!).
A quarta semana será sempre uma semana de recuo na carga, para promover a recuperação, e preparar o corpo para próxima fase.

Depois desta fase de preparação talvez comece a variar um pouco mais o treino: continuar a alongar a corrida de fim de semana, intervalos (?), umas quantas subidas (?). Veremos.

Sem comentários:

Enviar um comentário