terça-feira, 13 de julho de 2010

Nimbus vs Pegasus

Chegou a altura de uma primeira análise comparativa. Comecei a usar os Nimbus à cerca de 3 semanas, já fizeram alguns kms. Não pretendo aqui fazer publicidade a nenhuma das marcas, até porque não precisam, nem me pagam para isso; a minha ideia é transmitir-vos alguma informação útil acerca da minha experiência comparativa com este dois modelos de sapatilhas. Não se esqueçam que é apenas a minha opinião e os meus pés...

Peso: Pegasus 
De longe e com uma perna às costas. Sente-se bem a diferença. Esta é uma diferença de base que tem que ver com as tecnologias utilizadas ar comprimido vs gel. Acho que os Pegasus nem são muito leves, os Nimbus é que são pesados.

Conforto: Pegasus
Refiro-me aqui à forma como assentam nos pés e qualidade da zona superior. Prefiro os Pegasus, mas os Nimbus não são maus. Mas aqui a escolha é amplamente subjectiva e depende dos pés de cada um. Simplesmente assentam melhor nos meus pés. Já experimentei várias vezes os Nike Vomero e não assentam nada bem, parece-me sempre largos à frente...

Arrefecimento: Pegasus
Os Pegasus são mais arejados. Comparativamente, os Nimbus são um pouco mais fechados. Não é factor de exclusão, mas faz alguma diferença nestes meses de Verão.

Amortecimento: Nimbus
10-0. Nem tanto:) Parecem pantufas. Quase não se sente o chão debaixo dos pés. Os Nimbus são realmente melhores. Especialmente se compararmos uns Pegasus com 1000 kms (como os meus), com uns Nimbus novinhos. Mas parece que este também é um problema tecnológico de base: sistema da Nike é mais leve, mas menos durável, rapidamente perde as características. Mas pelo que me lembro... nem quando os Nike eram novos, eram tão bons. 
Poder-se-à, com toda razão, levantar a questão de se este amortecimento todo será bom. Há quem diga que não, que enfraquece gradualmente a musculatura do pé. Eu por mim dispensava um calcanhar tão grande (procuro aterrar com a parte dianteira do pé). Nivelava mais os ténis e retira-lhes uma gramas.

Durabilidade: a ver vamos
O Pegasus duraram bem cerca de 1000 km. A parte superior está impecável. A sola um pouco desgastada. Espero que os Nimbus durem pelo menos o mesmo, mas mantendo o amortecimento.

Conclusões:
Estou contente com o Nimbus, embora em os Pegasus sejam melhores nalguns aspectos. Entretanto, decidi que os Pegasus ainda têm condições para fazer mais uns quilómetros. Vão servir para variar um pouco e não massacrar demasiado os novos.

2 comentários:

  1. E o preço?
    Para mim esse é sempre um factor de peso. Que faz a diferença na hora da compra.
    Boas corridas com os Nimbus, ao que me parece são umas boas sapatilhas para fazeres a Maratona do Porto...

    ResponderEliminar
  2. É verdade, o preço não é propriamente um factor a descurar. Os Nimbus são bastante mais caros (150€ vs 100€). São os segundos mais caros da linha da asics, logo a seguir ao gel kinsei (200€) - que só por curiosidade demoram dois anos a ser concebidos (em menos tempo se fez uma bomba nuclear).

    ResponderEliminar