quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Medo?

"I run to see who has the most guts." 
Steve Prefontaine 


"Long distance running is among the most painful and scariest sports that we have come up with, and a runner must be brave in the purest sense to succeed in it."
Matt Fitzgerald, "Run"


A primeira é uma muito famosa citação de Steve Prefontaine; a segunda, não será assim tão famosa, mas lia recentemente num livro (mais um) da autoria e Matt Fitzgerald. Antes de a ler, acho não tinha percebido realmente a primeira. E não tinha percebido também o que era aquela ansiedade miudinha que se infiltrava mansinho antes de uma prova importante (para mim são todas, mas poucas - o que é estúpido) ou de um treino difícil, daqueles mesmo violentos, em que queremos ir mais rápido ou mais longe do que alguma vez fomos. E sabemos (ou desconfiamos) que vai doer; não sabemos bem quanto, porque este momentos depressa se esquecem ou transformam, ou porque nunca estivemos nesse lugar...


É o medo. Medo? Sim, medo. Temos medo. Outra vez: medo. 


É natural. É inteligente. É uma escolha. É preciso aceitar ou não este medo. E para fazê-lo com toda a convicção, é preciso confiança, é preciso acreditar de que somos capazes, e é preciso um bocadinho de coragem - seja lá o que isso for. 


E não, não somos estúpidos. Não queremos sofrer. Queremos ser corajosos. Queremos viver.

2 comentários:

  1. E quem tem medo... compra um cão. Eu já tenho uma cadela, suponho que o efeito seja o mesmo.

    E sim, vivamos, acreditemos, sem medo! Conseguimos!

    Força

    Maria Sem Frio Nem Casa

    ResponderEliminar
  2. Boas Pedro,


    Como gosto de te ler... e acho que sinto coisas semelhantes... só que não as consigo escrever como tu...

    Apesar desta Maratona de Lisboa ainda me estar meio escondida da consciência... !!!

    Abraço,

    Rui

    ResponderEliminar